Gisiane Fiuza Carazzai

O quão surpreendente pode ser um pedido de casamento mesmo depois de anos juntos? O de Gisiane Fiuza Carazzai foi muito!

A primeira vez que Gisi e Fabiano Valentini pensaram em se casar foi por volta de 2005. Mas a extensa lista de convidados que o casal teria foi um entrave por medo de deixar alguém de fora. O casal cogitou também casar fora do Brasil, mas a ideia também foi deixada para mais tarde.

Foi só no final de 2020 que o plano saiu do papel. Gisi foi diagnosticada com câncer e ao iniciar o tratamento, alguns questionamentos sobre a união do casal a incomodaram. É nesse ponto da história que a surpresa dá as caras!

Em uma manhã, no Santuário de Caravaggio, Fabiano a pegou de surpresa com um pedido de casamento. “Se mesmo depois de 18 anos ele me pediu em casamento, eu só podia aceitar”, lembra Gisi.

A modelo e o administrador começaram os preparativos para o casamento, um elopement wedding, no topo dos cânions de Santa Catarina. O pouco tempo até o casamento, cerca de 20 dias, obrigou Gisi a escolher um vestido de noiva pronto. Para a difícil escolha ela recorreu a uma velha conhecida.

Gisi e Ana Dotto se conhecem desde a época da faculdade, do Campus 8, da Universidade de Caxias do Sul. “Acho o trabalho dela fantástico, ela costura com alma”.

Gisi chegou ao atelier de Ana e logo se encantou por um dos vestidos. Ela queria algo “bem noiva”, com o volume característico dos vestidos de noiva, mas com um toque de sensualidade. O vestido escolhido tinha um corselet em renda e tule e a saia em leves camadas. “A Ana está ali para que realmente o vestido fique impecável, para que quando chegar a hora tudo esteja maravilhoso, perfeito. Ela é fantástica e já temos um esboço para o vestido da cerimônia religiosa em 2022”, conta Gisi.

O elopement wedding ocorreu em março deste ano, com a presença dos noivos, da filha Maya e da equipe que estava à frente do casamento. Maya foi a dama de honra. “Quem levou as nossas alianças, quem fez essa união foi a nossa misturinha”.

O casamento de Gisi e Fabiano ocorreu em um momento importante da vida deles, mas também em um momento delicado que o mundo está vivendo, e a mensagem que Gisi quer deixar é a mensagem do amor. “O que eu gostaria de deixar dessa história toda em meio à pandemia é que toda hora é hora de renovar os votos, de jurar amor, de mostrar o quanto a gente ama a pessoa que divide a vida conosco”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carolina Costa

Glenda Antonelli